10 erros que fazem seu currículo ir para o lixo! A 3ª e 6ª vão te ajudar hoje

Recrutadores apontam equívocos comuns em CVs; saiba como evitar uma desclassificação automática da sua candidatura

O currículo é o primeiro contato do empregador com o candidato. Se há problemas com esse documento básico, mesmo um bom profissional pode ser desqualificado para uma entrevista.


Com a ajuda de especialistas em RH, listamos alguns equívocos frequentes em CVs que espantam os recrutadores. Veja abaixo o que evitar no seu “cartão de visitas” profissional:



1. Falta de dados pessoais

A ausência de informações importantes como idade, contatos ou endereço residencial no CV pode atrapalhar um candidato.


“Se não possuir logo de cara dados básicos sobre o candidato, é provável que o recrutador passe logo para o próximo”, afirma Ricardo Karpat, diretor da Gábor RH.



2. Excesso de dados pessoais

Incluir informações demais sobre você é tão ruim quanto apresentar poucas. “É completamente desnecessário apresentar no currículo números de documentos como CPF e RG”, diz Erica Isomura, especialista em RH no Vagas Tecnologia.



3. Inserção de foto não requerida

Uma grande dúvida na hora de enviar o currículo é: colocar ou não uma foto? Bem, a resposta é simples. Se a empresa não solicitou o envio, não colocar é a melhor opção, afinal de contas, o objetivo do documento é destacar as qualificações profissionais do candidato.

4. Erros de português e falta de revisão

Os três especialistas ouvidos foram unânimes e enfáticos sobre a impressão negativa causada por um currículo escrito fora da norma culta da língua.


O mesmo vale para problemas de digitação. “Não basta passar o corretor ortográfico, é preciso revisar atentamente os textos que você escreve”, alerta Erica Isomura, do Vagas Tecnologia.

5. Não organizar as experiências por ordem cronológica

O recrutador precisa entender como você chegou até ali. Por isso, ele avaliará também a sua evolução profissional através da ordem cronológica das suas experiências. E não se esqueça de colocar as datas!

6. Informar cursos que não interessam à vaga

Você pode ter o certificado de conclusão de centenas de cursos, mas apenas alguns podem ser útil para a vaga. Não importa: informe apenas o que interessar às competências do cargo. Se estou concorrendo para uma vaga de Enfermagem eu não preciso colocar que eu tenho curso de "Garçom", por exemplo.

7. Informar a pretensão salarial quando não for pedida

Se a vaga de emprego não pede que você informe a pretensão salarial, deixe esse assunto para depois. Nunca coloque essa observação no seu currículo, pois serão muitos pontos a menos para você.


Fontes: Exame.com - Selecoes.com.br - IG.com.br



328 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo